• Home
  • Freguesia
  • Geografia e População

Localização Geográfica

Cesar confronta com as freguesias de:

  • Macieira de Sarnes
  • Milheirós de Poiares
  • Romariz
  • Fajões
  • Carregosa
  • Nogueira do Cravo

A Freguesia de Cesar é uma pessoa colectiva de direito público dotada de Órgãos representativos que visam a prossecução dos interesses próprios, comuns e Específicos das respectivas populações e é uma das dezanove Freguesias que constituem o concelho de Oliveira de Azeméis. A Freguesia de Cesar, com o CAE 75113, possui o número de identificação fiscal 507015550 e é constituída por dois órgãos: o executivo – Junta de Freguesia e deliberativo – Assembleia de Freguesia. As instalações da Junta de Freguesia, ficam situadas no rés-do-chão do Edifício Centro Cívico Justino Portal, sito no Largo Justino Portal, n.º 16 da Freguesia de Cesar.

Centro Cívico

A vila de Cesar, que se destaca como uma das mais industrializadas freguesias do concelho oliveirense, ocupa um território com uma área aproximada de 6,5 Km2. É delimitada a norte por Romariz (Stª Maria da Feira), a sul por Nogueira do Cravo e Carregosa, a poente por Macieira de Sarnes e Milheirós de Poiares (St.ª M.ª da Feira) e a nascente por Fajões. A Freguesia de Cesar, constitui o eixo central, o ponto de irradiação de um conjunto de rodovias que a põem em contacto rápido com outros centros urbanos de reconhecida dimensão – Oliveira de Azeméis, S. João da Madeira, Vale de Cambra, Santa Maria da Feira e Arouca. Situa-se a cerca de 30 Km da cidade do Porto e a 40 Km de Aveiro, sendo que escassos 12 Km a separam do nó, em Santa Maria da Feira, da Auto-estrada A1 Lisboa-Porto e 7km do acesso à Auto-estrada A32 Oliveira de Azeméis-Gaia.

É uma Freguesia que há muito abandonou irreversivelmente as suas características de meio rural para se transformar num meio tipicamente urbano, da características definitivamente urbanas, seja qual for o ângulo de observação. Para isso contribuiu o acelerado surto de crescimento económico, quer na área da indústria, quer na do comércio, para o que terá sido decisiva a audácia e temperamento empreendedor da sua população, a quem se deve em larga medida a conquista de infra-estruturas várias inexistentes em muitos dos reconhecidos urbanos.

Estes indicadores indicam a real dimensão e pujança da Freguesia de Cesar. A par deste crescimento, o executivo da Junta de Freguesia tem sabido acompanhar e equipar a Freguesia de equipamentos e infra-estruturas que possam satisfazer as necessidades da população. A Freguesia encontra-se já coberta a 100% pela rede de abastecimento da água pública e a cerca de 90% de saneamento básico, e que só não funciona a 100% devido à falta da construção da ETAR, prometida pelo Município de Oliveira de Azeméis, há alguns anos, muito embora este executivo tenha vindo a tentar ultrapassar esta questão que considera prioritária, junto desta entidade Camarária.

Em 2001 conclui um Arranjo Urbanístico de parte da Praça da Liberdade, onde decorre a Feira dos Dezoito, e que confronta com o actual Jardim e parque infantil, onde se prevê a recuperação dos mesmos e sala de leitura. Esta obra permitiu um melhor ordenamento da Feira dos Dezoito e parque de estacionamento para além de ter melhorado e embelezado significativamente o Centro da Freguesia. Esta obra só foi possível da estreita colaboração com a Câmara Municipal mas essencialmente pelo espírito empreendedor do executivo da Junta de Freguesia. Foi ainda durante o mandato 1998/2001 que foram concluídas as obras de recuperação do Edifício onde se encontra instalada a seda Junta de Freguesia e da Associação Villa Cesari, e mais recentemente as instalações da Adritem. Este edifício, em tempos uma Escola Primária, tem linhas de traça palaciana, tais como tantos outros que existem na Freguesia e que lhe dão um ar de reconhecida distinção. No entanto, as obras de remodelação, apesar de conservarem o seu estilo clássico, permitiram torná-lo mais funcional. As obras neste Edifício, possibilitaram a instalação dos serviços já referenciados, para além de se poder usufruir de espaços para exposições ou pequenas conferências, no salão nobre ali existente.

Rotunda da Igreja

As obras de pequena dimensão, tais como construção e reparação de passeios, arborização e ajardinamento, empedramento, asfaltamento e alargamento de ruas já existentes, também não foram descuradas pela Junta de Freguesia, mas esta tem-se destacado essencialmente pelas obras novas, tais como o Arranjo Urbanístico do Largo da Igreja, a construção de um parque de Estacionamento Junto ao cemitério assim como o alargamento deste, e que implicou para além de todas as obras de construção, a aquisição do terreno para o efeito. Foram ainda abertas novas Ruas, e alargamento de outras, sempre tendo em atenção a construção de passeios, de forma a dar mais segurança à população, principalmente aos peões. Em 2007, foram ainda implementados os números de polícia, pois a toponímia de ruas tinha já sido aprovada. Graças à generosidade de um benemérito Cesarense (Ernesto Gonçalves), Cesar possui ainda uma capela Mortuária, moderna e funcional.

Casa da Leitura

Desde 1997 os serviços administrativos da secretaria da Junta de Freguesia encontram-se abertos ao público diariamente, permitindo uma melhor prestação à população, tais como o recenseamento, licença de canídeos, assuntos relacionados com o cemitério, autenticação de fotocópias, emissão de atestados e outros documentos semelhantes, facilitando uma maior proximidade com os seus habitantes. A secretaria está equipada com meios informáticos, o que permite que os registos contabilísticos sejam realizados através de uma aplicação informática (Pocal Simplificado) assim como todo o atendimento á população, como emissão de atestados, licenciamentos ou recenseamento eleitoral. Está ainda equipada com dois pontos Net, disponíveis a toda a população no horário de atendimento da Junta de Freguesia, resultante de uma parceria com o Município de Oliveira de Azeméis.

Compete ainda à Junta de Freguesia, a manutenção de ruas valetas, fontanários, casas de banho públicas, jardins e parques assim como promover uma eficiente recolha dos resíduos urbanos, bem acções de sensibilização que promovam uma maior consciência ambiental. A parte social também não tem sido descurada, e como parceiros da Rede Social do concelho de Oliveira de Azeméis, a Junta de Freguesia tenta acompanhar e encaminhar os casos de maiores carências. Tem ainda uma habitação social, em que parte já está habitada e parte em fase de construção. Através de protocolos com a Câmara Municipal, a Junta de Freguesia tem a seu cargo a confecção e a distribuição das refeições assim como os prolongamentos dos Jardins-de-infância de Cesar.

Nas últimas duas décadas tem vindo ainda a desenvolver diversas acções tais como: recolhas de sangue, rastreios médicos, Exposições, Concentração de Veículos Antigos, Concertos, e quase todas elas ultrapassaram já a sua décima edição. Para além destas acções da sua exclusiva responsabilidade, apoia ainda outras associações ligadas á cultura e ao desporto, e as Feirinhas à Moda Antiga, provas de atletismo caminhadas, provas de BTT, ciclo turismo, Feiras do Livro, etc, são actividades que fazem parte do quotidiano desta Freguesia. Tem efectuado ainda diversas parcerias, no âmbito da formação, com algumas entidades, como a Adritem, Associação Comercial dos Concelhos de Oliveira de Azeméis e Vale de Cambra e A Semente, cedendo as suas instalações para a formação de adultos no âmbito do RVCC e cursos EFA.

No relativo à sua área geográfica, quando comparada com as demais freguesias do concelho oliveirenses, Cesar ocupa posição modesta; mas verifica-se o contrário, quando a densidade populacional serve como termo de comparação. Nesse âmbito, a vila posiciona-se com honra, nos lugares de maior destaque. No ano de 1864 apresentava-se com 836 habitantes. Número pouco elevado que se foi mantendo até principio do século findo. Posteriormente, no decurso de um século conheceu uma evolução verdadeiramente significativa, especialmente no último quartel do século XX. Ao estudarmos a evolução populacional desta terra, numa leitura mais atenta ao quadro dessa evolução, observamos um aumento continuado de habitantes ao longo do século XX , acentuando maior progressão nos últimos trinta anos. Pelos Censos de 2001, registou-se uma população residente de 3280 habitantes, mas estes números estarão certamente muito aquém dos que se esperam apurar nos próximo censos, que se prevêem já daqui a dois anos, pois a Freguesia de Cesar, tem sido uma das Freguesias do Concelho que mais tem aumentado, conforme se pode verificar através do recenseamento eleitoral, cujo número de eleitores ronda os 2750.

Encontra-se ainda, francamente bem posicionada ao nível de equipamentos, e Colectividades dos quais se destacam:

  • Unidade de Saúde Familiar;
  • Farmácia;
  • Extensão da Segurança Social;
  • Médicos/Dentistas/Ópticas/Centro Recolha Análises Clínicas;
  • Auditório Paroquial;
  • Estação dos Correios;
  • CAT – Centro de Acolhimento Temporário;
  • Centro Infantil;
  • Lar de Idosos/Centro de Dia e Apoio Domiciliário;
  • Posto da GNR;
  • Escola de Condução;
  • Extensões Bancárias (3 Bancos);
  • Futebol Clube Cesarense;
  • Associação Centro Columbófilo de Cesar;
  • Clube de Caça e Pesca de Cesar;
  • Associação Recreativa de Cultura e Desporto – Villa Cesari;
  • Grupo Coral Juvenil de Cesar “SHALOM”;
  • Grupo Coral Litúrgico de Cesar;
  • Núcleo de Convivas de Cesar;
  • Trovas à toa (Grupo de Cavaquinhos);
  • Pavilhão da Cada do Povo.

A freguesia de Cesar foi elevada a Vila, a uma Quinta-Feira, dia 20 de Maio do ano de 1993. A Assembleia da República ao aprovar a elevação de Cesar à categoria de vila, fez a honra devida à “Pátria do Heroísmo e do Progresso” que, passou a incluir quatro torres no seu brasão. Acontecimento digno de regozijo para todos os cesarenses e honra maior para quantos “laboraram” para essa possibilidade finalmente concretizada. Cesar, foi primitiva freguesia da comarca de Esgueira, pertenceu depois a Vila da Feira, donde transitou para o concelho de Oliveira de Azeméis. Cesar é, naturalmente, visitada por muita gente, em altura das festividades que aqui se realizam, das quais merecem destaque.

A honra apenas distingue quando impulsiona que daí resulte ser complementada com as várias estruturas de que ainda possa carecer. Entretanto, aspira sempre mais e mais...E, para bem da terra e das suas gentes, efectivamente, tem vindo a conseguir boa parte delas!

Bookmakers bonuses with gbetting.co.uk click here